Pé na Estrada: Coronavírus e viagens; O que fazer e como!

A pandemia do coronavírus é responsável pela maior crise da história do turismo mundial, o setor está enfrentando uma crise sem precedentes.

Hotéis, pousadas, agências de viagem, parques temáticos, empresas de entretenimento e de eventos, companhias aéreas, entre outras atividades, estão sentindo um fortíssimo impacto.

A pandemia do novo coronavírus trouxe muitas dúvidas a quem está de viagem marcada. Dezenas de companhias aéreas deixaram de voar, ou reduziram drasticamente o número de voos, devido à queda repentina na demanda, o fechamento de fronteiras e a proibição de viagens em alguns países.

O que fazer?

Muita gente está perguntando, o que fazer com uma viagem planejada para as próximas semanas ou para os próximos meses? Tentaremos tirar as dúvidas mais comuns e ainda listaremos um passo a passo do que você deve fazer se precisar mudar de planos.

Devo adiar ou cancelar minha viagem?

– Para quem vai viajar em março, abril ou maio: O mais recomendável é remarcar ou cancelar a viagem, se possível, e não é só pela ameaça de contrair ou transmitir o vírus, mas também para evitar voos cancelados e restrições durante o passeio. Para as viagens internacionais, o cuidado deve ser ainda maior. Há muitos países fechando suas fronteiras para turistas e companhias aéreas. Se não precisa viajar ou não quer ter dor de cabeça, mude seus planos!

– Para quem vai viajar em junho ou julho: Ainda não é possível saber com clareza como as coisas vão estar por conta da pandemia do coronavírus no Brasil e no mundo nesse período. Algumas empresas ainda não liberaram a remarcação ou o cancelamento gratuito para essas datas, então, mexer na passagem agora, é prejuízo na certa. O melhor a fazer é acompanhar o noticiário, caso o cenário mude, certamente as empresas aéreas irão flexibilizar suas políticas de remarcação ou cancelamento para as viagens marcadas para esse período. Recomendamos aguardar!

– Para quem vai viajar a partir de agosto: Quem vai viajar no segundo semestre tem mais chances de encontrar um cenário de normalidade e até esperar por um desfecho favorável, tudo vai depender de como vão evoluir os esforços dos países no combate a pandemia. Acompanhe as notícias e, caso o cenário mude, as empresas aéreas certamente irão flexibilizar suas políticas de remarcação ou cancelamento para esse período.

Remarcação e cancelamento de viagens por causa do coronavírus.

Se sua reserva foi cancelada pela empresa, você tem direito a reaver seu dinheiro ou remarcar a viagem sem custo, na data que desejar.

Se você decidir cancelar por vontade própria, ou por conta de medidas restritivas adotadas pelos países de destino, as empresas podem cobrar taxas para devolver o dinheiro, oferecendo o crédito para usar em outras viagens, sem custo, ou a remarcação com o pagamento de eventuais diferenças de tarifas, quando o voo escolhido for mais caro que o anterior, por exemplo.

A partir de 19 de março de 2020 houve uma mudança na política de reembolso que diz: “O prazo para reembolso das passagens aéreas passa a ser de 12 meses”, independentemente do voo ter sido ou não cancelado. Isso vai dificultar bastante o recebimento dos valores pagos. Neste caso, a melhor opção é receber o crédito para uso em passagens futuras, pois simplifica o processo para quem planeja viajar novamente.

A Azul, a GOL, a Latam e a Passaredo fizeram um acordo, registrado num Termo de Ajustamento de Conduta – TAC, assinado pelas companhias aéreas, representantes do governo e do Ministério Público, que assegura aos que tiverem adquirido uma passagem aérea para viajar entre 1° de março de 2020 e 30 de junho de 2020, poderão remarcar a viagem nacional ou internacional sem multa, diferença de tarifa ou qualquer outro custo adicional, por uma única vez, respeitada a origem e destino originais e a validade do bilhete, que é de um ano a partir da data da compra.

Como adiar ou cancelar minha passagem aérea ou pacote por conta do coronavírus?

Dado o volume enorme e repentino de voos cancelados ou alterados, a maior parte das companhias aéreas e agencias de viagem estão com as centrais congestionadas. Se não estiver de viagem marcada para os próximos dias, espere um pouco para entrar em contato.

1. Entre em contato com a empresa onde comprou a viagem. Você precisa entrar em contato com a empresa que lhe vendeu a passagem aérea ou o pacote, seja uma agência de viagens na sua cidade, uma agência de viagens online, ou a companhia aérea.

2. Tente fazer o cancelamento ou alteração online. Algumas empresas estão oferecendo opções de alteração ou cancelamento pelo site, aplicativo ou mesmo por telefone, sem ajuda de atendentes. Esta tem sido a forma mais rápida de atendimento.

3. Peça a alteração ou cancelamento via chat ou telefone. Se não conseguir online, o jeito é buscar atendimento pelo chat ou telefone da empresa, antes da data da viagem.

4. Se puder, aguarde um pouco. Primeiro, é preciso saber se a companhia aérea já incluiu o período ou o destino da sua viagem dentro da política de isenção de taxas para alteração ou cancelamento. Confira no site das companhias. Lembre que a prioridade para alteração ou cancelamento é para quem tem viagem marcada para os próximos dias. Se este não é o seu caso, espere mais um pouco, pois com certeza você vai gastar bem menos tempo esperando para ser atendido.

5. Viagens com milhas. Caso sua passagem tenha sido emitida com milhas, você deverá procurar o programa que utilizou, para resgatar a passagem. As regras serão similares às definidas pelas companhias aéreas para quem tem uma passagem comprada com dinheiro.

Remarcação e reembolso de compras por causa do coronavírus.

AIR BNB. Qualquer reserva que tenha sido feita na plataforma de aluguel de temporada até o dia 14 de março, para hospedagem que se inicie até 14 de abril, pode ser cancelada sem custos, com devolução integral do valor. A mesma condição se aplica para a reserva de experiências, aulas e passeios vendidos no Airbnb.

BOOKING. A plataforma de reserva de hospedagens oferece cancelamento gratuito ou modificação da reserva para as pessoas oriundas de áreas afetadas pela pandemia e que foram impactadas pelas restrições de viagem. O mesmo vale para quem tem esses locais como destino. Caso o local da hospedagem não tenha sido afetado, os cancelamentos e alterações seguem o que está descrito na reserva.

CVC. Os consumidores que compraram pacotes para locais com restrições a viagens por causa da pandemia ou que tenham tido serviços cancelados devido a ela, como voos, acomodações e passeios, podem mudar a viagem para outros destinos ou datas. Segundo a empresa, a maioria dos pacotes permite a alteração sem multas, mas isso depende da política dos fornecedores utilizados no pacote.

DECOLAR. A agência virtual de viagens afirma que está priorizando o atendimento aos clientes que estão em viagem neste momento ou que estejam a menos de três dias do embarque planejado. Não há uma regra geral para cancelamentos e remarcações, e as solicitações são tratadas individualmente. A Decolar afirma que vai entrar em contato com os fornecedores das viagens contratadas, como companhias aéreas e hotéis, para encontrar uma solução. A empresa recomenda que o cliente acesse a seção “Minhas Viagens” no site ou aplicativo para verificar as condições de remarcação e cancelamento que já estão incluídas no serviço comprado. Se o destino da viagem tiver sido afetado pela pandemia, haverá um aviso com as condições específicas para o seu caso.

Conclusão

Vamos torcer para essa crise não durar muito.
Até lá fique em segurança!

#Fique em casa.

Fotos/Vídeos: Reprodução

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no skype
Skype
Compartilhar no print
Print

© 2021 – Todos os direitos reservados Blog César Macêdo
Desenvolvido por Rafael Teixeira – Criado com WordPress e Elementor PRO

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

IMPORTANTE! Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Ao continuar navegando neste site, você concorda com o uso de cookies. LER POLÍTICAS DE PRIVACIDADE.